Orquidário Margaret Mee

O Orquidário Margaret Mee do Jardim Botânico de Brasília compõe o Projeto de Paisagismo do Jardim Evolutivo, localizado na área de visitação. A edificação, projetada em madeira, abriga as coleções de orquídeas e possibilita ao visitante conhecer um pouco do universo destas plantas.

Neste espaço, as orquídeas estão identificadas e catalogadas no sistema de registro das coleções do JBB.

Na área de 200m², o visitante poderá ter contato com a diversidade dessa espécie e se surpreender com a beleza das florações que ocorrem em diferentes épocas do ano. Na coleção do JBB, há aproximadamente 3 mil orquídeas – cerca de 983 espécies nativas  e 2 mil híbridas – que ficam em exposição no Orquidário.

O nome do Orquidário Margaret Mee é uma homenagem à artista botânica inglesa, que se especializou na ilustração de plantas da flora brasileira, especialmente da Amazônia.

Margaret Mee mudou-se para o Brasil em 1952, tornou-se uma renomada ilustradora científica de botânica, pelo Instituto de Botânica de São Paulo, em 1958. Após sua morte em 1988, na Inglaterra, fundou-se em sua homenagem a Fundação Margaret Mee, para promover intercâmbio entre estudantes de botânica e ilustradores brasileiros que visam se especializar na arte da ilustração botânica científica.